Nosso Blog

Você está em: Home / Archives / Category / Nosso Blog

25 de Julho — Dia Nacional Do Escritor

Categories: Tags:
25/07/2017

dia do escritor 2

O Dia Nacional do Escritor é comemorado em 25 de julho, data instituída em 1960 pela União Brasileira de Escritores.

 

Maior poeta brasileiro do século XX, Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira, Minas Gerais, em 1902. Faleceu em 1987, no Rio de Janeiro

“Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira.” Carlos Drummond de Andrade

Em breves e belas palavras, um de nossos maiores representantes da Literatura Brasileira definiu o ofício de um escritor. No dia 25 de julho comemora-se o Dia Nacional do Escritor, data instituída em 1960 pelo então presidente da União Brasileira de Escritores, João Peregrino Júnior, e pelo seu vice-presidente, o célebre escritor Jorge Amado.

Jorge Amado nasceu em 10 de agosto de 1912 no município de Itabuna, Bahia. Faleceu em Salvador, no dia 06 de agosto de 2001, aos 88 anos.

“Pobres dos escritores que não se derem conta disso: escrever é transmitir vida, emoção, o que conheço e sei, minha experiência e forma de ver a vida.” Jorge Amado

O Dia do Escritor surgiu após a realização do I Festival do Escritor Brasileiro, iniciativa da UBE. O grande sucesso do evento foi primordial para que, por intermédio de um decreto governamental, a data fosse instituída com a finalidade de celebrar a importância do profissional das letras, profissão que, infelizmente, nem sempre tem sua relevância reconhecida.

Erico Verissimo nasceu em Cruz Alta, Rio Grande do Sul, em 17 de dezembro de 1905. Faleceu em Porto Alegre, no dia 28 de novembro de 1975

“Nenhum escritor pode criar do nada. Mesmo quando ele não sabe, está usando experiências vividas, lidas ou ouvidas, e até mesmo pressentidas por uma espécie de sexto sentido.” Erico Verissimo

Com pouco mais de quinhentos anos de história, a Literatura Brasileira, se comparada à tradição literária europeia, por exemplo, ainda é jovem, mas nem por isso menos rica e interessante. Dos primeiros cronistas à literatura contemporânea, oferece uma diversidade de autores que representam os mais variados gêneros, muitos internacionalmente reconhecidos.

Caio Fernando Abreu nasceu em 12 de setembro de 1948 em Santiago, Rio Grande do Sul. Faleceu em Porto Alegre, no dia 25 de fevereiro de 1996

“O escritor é uma das criaturas mais neuróticas que existem: ele não sabe viver ao vivo, ele vive através de reflexos, espelhos, imagens, palavras. O não-real, o não-palpável. Você me dizia “que diferença entre você e um livro seu”. Eu não sou o que escrevo ou sim, mas de muitos jeitos. Alguns estranhos.” Caio Fernando Abreu

 

Em verso e prosa, os escritores brasileiros representam e defendem a identidade cultural do país, fazendo da palavra a matéria-prima de sua arte. Por meio de pensamentos, sentimentos e opiniões, provocam nos leitores diferentes emoções, fazendo rir, chorar, recordar e refletir.

Por Luana Castro – Graduada em Letras

Fonte: http://brasilescola.uol.com.br

Brincar ao ar livre contribui positivamente para a saúde das crianças

Categories: Tags:
19/07/2017

17308964_1571359956209569_7031824208257601661_n

Pesquisa mostra que o jogo ao ar livre não é somente bom para a saúde das crianças, mas igualmente incentiva a criatividade, as habilidades sociais e a resiliência

 

Os resultados, publicados no International Journal of Environmental Research and Public Health descobriu que as crianças que participam de atividades físicas, como escaladas e saltos, jogos em grupo e atividades de exploração sozinhas apresentam maior saúde física e social.

Segundo os pesquisadores, os ambientes de brincadeira onde as crianças “podem correr riscos” aumentam o tempo de jogo, as interações sociais, a criatividade e a resiliência. Os resultados positivos refletem a importância de apoiar as crianças nas oportunidades de se arriscarem ao ar livre como um meio de promover a saúde e um estilo de vida ativo.

“Playgrounds que oferecem elementos naturais como árvores e plantas, mudanças de altura e liberdade para que as crianças se envolvam em atividades de sua própria escolha têm impactos positivos na saúde, comportamento e desenvolvimento social. Esses espaços dão às crianças a chance de aprender sobre o risco e aprender sobre seus próprios limites”, afirma o pediatra e homeopata Moises Chencinski (CRM-SP 36.349).

Excesso de supervisão

Preocupações com a segurança, como ferimentos, foram apontadas pelos autores do estudo como a principal razão para limitar o acesso das crianças às brincadeiras ao ar livre.  Os pesquisadores descobriram que os padrões de segurança dos playgrounds e o excesso de supervisão impedem as crianças de se envolver em atividades arriscadas.

“Monitorar as atividades das crianças pode ser uma abordagem mais apropriada do que a supervisão ativa, particularmente para crianças mais velhas. Considerar políticas, práticas e abordagens ambientais voltadas para o ar livre, onde haja equilíbrio entre segurança e os resultados positivos para a saúde das crianças é o mais recomendado”, orienta o pediatra, que é membro do Departamento de Pediatria Ambulatorial e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Fonte: www.drmoises.com.br

17264634_1578710678807830_5209011956273390703_n 17308900_1578720925473472_3938118423159675842_n 17308964_1571359956209569_7031824208257601661_n 17458445_1589237807755117_1402916288655849192_n

Alunos do Centro Educacional Terra – Objetivo visitam Polo Astronômico de Amparo

Categories: Tags:
07/07/2017

19657325_1715920258420204_5121841729976674389_n

Aula passeio faz parte do Projeto Pedagógico do Aluno (PPA)

No dia 03 de julho, os alunos do Centro Educacional Terra-Objetivo, do 5º, 6º, 7º e 8º anos visitaram o Polo Astronômico de Amparo.

A aula passeio faz parte do currículo pedagógico e integrará o PPA (Projeto Pedagógico do aluno para o 2º semestre.

O Polo Astronômico de Amparo, foi construído estrategicamente, dentro de uma área rural de quase 60.000 metros quadrados, em uma região privilegiada, a 1.000 metros de altitude e com vistas maravilhosas de vales e morros da Serra da Mantiqueira.

Longe das luzes e poluição das cidades, no Polo Astronômico de Amparo é possível experimentar uma perfeita visualização do céu estrelado, ao contrário do que ocorre na grande maioria dos observatórios abertos ao público no Brasil, que se encontram dentro dos centros urbanos, sempre iluminados e poluídos.

Nas noites de céu bem limpo e transparente, é possível visualizar a olho nu e a 45 graus do horizonte, estrelas de até magnitude visual aparente +5,5. Isso é o que a União Astronômica internacional considera como sendo um céu bom para pesquisa astronômica.

Por força da Lei Municipal, o local onde o Polo foi construído é considerado um “Sítio para observações astronômicas”. Isso para evitar o surgimento na região, de poluição luminosa que venha a atrapalhar nas atividades observacionais realizadas no Polo.

O Polo Astronômico de Amparo é um complexo educacional, cultural, científico e de lazer, voltado para a difusão e o ensino da Astronomia e ciências afins.

Durante o passeio os alunos foram ao Observatório Astronômico, acompanhados por técnico e professores altamente qualificados do Polo, onde puderam observar o céu a olho nu e com equipamentos de última geração também observaram as crateras da Lua, os anéis de Saturno, as manchas e protuberâncias solares, os aglomerados de estrelas, as nebulosas e até mesmo as distantes galáxias.

O local conta também com o planetário, onde através de um moderno sistema digital de projeção, montado dentro de um domo semi-esférico, são feitas diversas simulações com alto grau de imersão.  No Planetário, os alunos puderam reconhecer as estrelas e planetas em um céu criado artificialmente.

Os alunos também participaram de uma trilha ecológica, um lugar para ganhar inspiração, conhecimento e consciência ecológica. Ouvindo os sons da natureza, respirando ar puro, e contemplando as belas paisagens naturais, os alunos aprenderam e se maravilharam com a biodiversidade presente na trilha ecológica belíssima. A trilha foi realizada com o acompanhamento de um professor especializado que explorou os aspectos históricos, geográficos e biológicos da região.

Saiba mais: www.poloastronomicoamparo.com.br

19642427_1715932451752318_2078332331699324813_n 19657176_1715918888420341_330618506208583671_n 19657336_1715932101752353_4187240651299371707_n 19748386_1715918988420331_4869465434991745321_n 19748574_1715933668418863_2067995856033914731_n

Centro Educacional Terra-Objetivo realizou seu Arraiá das regiões brasileiras

Categories: Tags:
03/07/2017

19667479_1717455221600041_6912059842870197569_o

No último sábado, dia 01 de julho aconteceu no Centro Educacional Terra-Objetivo o grande Arraiá das regiões brasileiras.

A festança começou a partir das 15h e foi até às 19h, com muita dança típica, barracas de brincadeira e de comidas juninas.

O arraiá contou com a presença de toda comunidade escolar, pais, alunos, amigos e familiares. Foi um dia muito produtivo e descontraído para todos os presentes.

O professor de música Celso Coutro ficou responsável em animar as danças das crianças, ao embalo de seu teclado todos dançaram lindamente as coreografias ensaiadas durante as aulas. Também teve muita música com as Caixeiras da Serra.

Teve barraca de churrasco, barraca do pastel, de caldos, de doces, artesanato de diversas regiões do Brasil, lugar para as fotografias e diversas brincadeiras, como: rabo de boi, boca do palhaço, coelho na toca, pescaria.

Foi um dia repleto de atividades!

19601259_1202052586584148_1026134098662668529_n 19620579_1717459064932990_6274593865383647120_o

Primeiro dia de Simulado Aberto do Enem aconteceu no último domingo

Categories: Tags:
26/05/2017

17499580_1658078307537733_9084757207198780068_n

No último domingo, dia 21 de maio aconteceu na Unidade II do Centro Educacional Terra-Objetivo, o primeiro dia de simulado aberto do Enem.

O Simulado Aberto Enem, promovido pelo Sistema Objetivo de Ensino, é aberto a estudantes matriculados no Ensino Médio ou em cursos pré-vestibulares, e as inscrições ocorreram entre 29 de março e 20 de maio.

O OBJETIVO realiza simulados abertos que reproduzem as exigências dos grandes vestibulares: a organização rígida e minuciosa, a inscrição formal, a identificação rigorosa, a inflexibilidade dos horários, a postura em sala, e questões com o mesmo nível de dificuldade. Visa a antecipar o “clima” dos vestibulares e, como envolve um número de inscritos próximo ao número de candidatos às provas reais, permite uma pré-avaliação da posição relativa do aluno, no curso que escolheu.

As provas no formato do Enem, contém uma proposta de redação e 180 questões objetivas de múltipla escolha, divididas em quatro áreas: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

A primeira prova realizada teve como conteúdo: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação; Ciências Humanas e suas Tecnologias.

E neste domingo, dia 28 de maio, das 13h às 18h acontecerá o segundo dia de prova, com os conteúdos de Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Os dez candidatos mais bem colocados na classificação geral nacional receberão os prêmios especificados a seguir:

Categoria Vestibulando (estudantes matriculados na 3.ª série do Ensino Médio ou em cursos pré-vestibulares, que não tenham cursado o ensino superior):

1.º colocado: um iPhone.

2.º colocado: um iPad Air.

3.º colocado: um iPad Mini.

4.º ao 10.º colocado: um Tablet Samsung Galaxy.

Os candidatos inscritos na categoria Treineiro (estudantes da 1.ª e 2.ª séries do Ensino Médio) não terão direito à premiação.

Mais informações: www.curso-objetivo.br

Onde há estudo, há sabedoria!

Boa sorte, vestibulandos e treineiros!

18556339_1658078434204387_9130537999098542543_n 18620199_1658078360871061_4309262353327030554_n 18664532_1658078327537731_8251963721066753871_n

Centro Educacional Terra-Objetivo celebrará Dia da Família Terra

Categories: Tags:
09/05/2017

site-objetivo-terra

Neste sábado, dia 13 de maio o Centro Educacional Terra-Objetivo celebrará o Dia da Família Terra. O encontro acontecerá na Unidade 1, com o tema: Escola de Portas Abertas.

A escola receberá os familiares dos alunos para um delicioso almoço em comemoração ao dia das mães.

Os convites estão à venda na secretaria escolar.

Confira o cardápio: Feijoada tradicional e vegetariana, arroz branco e arroz integral, couve refogada, banana assada, pernil assado, torresmo, laranja, vinagrete, spaghetti à bolonhesa e ao molho branco, saladas variadas. Buffet livre. Valor por adulto: R$ 30,00, crianças até o 5º ano: R$ 15,00.

A programação do encontro contará com: recepção com roda rítmica, o almoço, apresentação dos alunos, entrega dos presentes, feitos artesanalmente pelos alunos. E ainda duas oficinas, uma de feltragem para os adultos e oficina de culinária. Valor da inscrição: R$10,00 (para despesas com materiais).

Os pais interessados em expor seus trabalhos de artesanato, beleza e/ ou alimentos artesanais podem se inscrever gratuitamente na secretaria escolar, para a participação no Bazar.

O dia 13 de maio também é comemorado o Dia da Fraternidade Brasileira, onde celebra-se um dos valores mais importantes para manter a união e paz numa sociedade: a fraternidade.

A ideia da fraternidade está baseada no conceito de que todos os seres humanos são iguais e, neste sentido, devem ser tratados igualmente com dignidade e respeito.

Assim, a fraternidade faz com que todos os seres humanos sejam igualados ao status de irmãos, devendo possuir direitos iguais, independente da orientação sexual, etnia, religião ou classe econômica.

Paz, Amor e União!

 

Venha fazer o simulado do Objetivo e comece já a viver o clima do ENEM

Categories: Tags:
18/04/2017

simulado enem objetivo

O OBJETIVO realiza simulados abertos que reproduzem as exigências dos grandes vestibulares: a organização rígida e minuciosa, a inscrição formal, a identificação rigorosa, a inflexibilidade dos horários, a postura em sala, e questões com o mesmo nível de dificuldade. Visa a antecipar o “clima” dos vestibulares e, como envolve um número de inscritos próximo ao número de candidatos às provas reais, permite uma pré-avaliação da posição relativa do aluno, no curso que escolheu.

As provas apresentarão o formato do Enem, contendo uma proposta de redação e 180 questões objetivas de múltipla escolha, divididas em quatro áreas: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

O Simulado Aberto Enem, promovido pelo Sistema Objetivo de Ensino, é aberto a estudantes matriculados no Ensino Médio ou em cursos pré-vestibulares, ocorrendo as inscrições no período compreendido entre 29 de março e 20 de maio.

As provas apresentarão o Formato Oficial do ENEM 2017, contendo 180 questões objetivas e uma redação, e serão realizadas nas seguintes datas e horários (horário oficial de Brasília):

21 de maio (domingo), das 13h às 19h –Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação; Ciências Humanas e suas Tecnologias.

28 de maio (domingo), das 13h às 18h –Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Para participar deste simulado, é preciso fazer a inscrição, totalmente gratuita, pelo site www.curso-objetivo.br ou nas unidades do Objetivo.

Os dez candidatos mais bem colocados na classificação geral nacional receberão os prêmios especificados a seguir:

Categoria Vestibulando (estudantes matriculados na 3.ª série do Ensino Médio ou em cursos pré-vestibulares, que não tenham cursado o ensino superior):

1.º colocado: um iPhone.

2.º colocado: um iPad Air.

3.º colocado: um iPad Mini.

4.º ao 10.º colocado: um Tablet Samsung Galaxy.

Os candidatos inscritos na categoria Treineiro (estudantes da 1.ª e 2.ª séries do Ensino Médio) não terão direito à premiação.

Mais informações: www.curso-objetivo.br

 

 

Dia 18 de abril – Nasce Monteiro Lobato. É o dia do Livro Infantil

Categories: Tags:
17/04/2017

livro

Monteiro Lobato

Foi, sem dúvida, um dos mais importantes escritores brasileiros do século XX, especialmente pelas obras infantis e personagens que marcaram a infância de várias gerações. Quem não conhece a Emília, a Narizinho, o Visconde de Sabugosa e tantos outros personagens antológicos que viviam no “Sítio de Pica-pau Amarelo” e invadiram a imaginação das crianças.

Seu desejo de “fazer livros onde as crianças possam morar” foi realizado, e, seus personagens ficaram íntimos de quase todos os brasileiros que sabem ler. Seus livros foram lidos na infância, mas suas histórias moram na memória de todos nós.

O Instituto Pró-Livro não poderia deixar de homenagear esse educador e escritor, entre tantas outras atuações marcantes, que sintetizava em uma frase celebre tudo o que pensamos: “Um país se faz com homens e livros”

Segue breve biografia, para conhecer um pouco mais sobre esse homem que provocou nossas fantasias, quando crianças:

Monteiro Lobato (1882-1948) foi um escritor brasileiro. “O Sitio do Pica-Pau Amarelo” é uma de suas obras de maior destaque na literatura infantil. Foi um dos primeiros autores de literatura infantil em nosso país e em toda América Latina. Tornou-se editor, criando a “Editora Monteiro Lobato” e mais tarde a “Companhia Editora Nacional”. Metade de suas obras é formada de literatura infantil.

Monteiro Lobato (1882-1948) nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Era filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Monteiro Lobato. Alfabetizado pela mãe, logo despertou o gosto pela leitura, lendo todos os livros infantis da biblioteca de seu avô o Visconde de Tremembé. Desde menino já mostrava seu temperamento irrequieto, escandalizou a sociedade quando se recusou fazer a primeira comunhão. Fez o curso secundário em Taubaté. Estudou no Instituto de Ciências e Letras de São Paulo.

Ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco na capital, em 1904. Na festa de formatura fez um discurso tão agressivo que vários professores, padres e bispos se retiraram da sala. Nesse mesmo ano voltou para Taubaté. Prestou concurso para a Promotoria Pública, assumindo o cargo na cidade de Areias, no Vale do Parnaíba, no ano de 1907.

Monteiro Lobato casou-se com Maria Pureza da Natividade, em 28 de março de 1908. Com ela teve quatro filhos, Marta (1909), Edgar (1910), Guilherme (1912) e Rute (1916). Paralelamente ao cargo de Promotor, escrevia para vários jornais e revistas; fazia desenhos e caricaturas. Ficou em Areias até 1911, quando se muda para Taubaté, para a fazenda Buquira, deixada como herança pelo seu avô.

No dia 12 de novembro de 1912, o jornal O Estado de São Paulo publicou uma carta sua enviada à redação, intitulada “Velha Praga”, onde destaca a ignorância do caboclo, criticando as queimadas e que a miséria tornava incapaz o desenvolvimento da agricultura na região. Sua carta foi publicada e causou grande polêmica. Mais tarde, publica novo artigo “Urupês”, onde aparece pela primeira vez o personagem “Jeca Tatu”.

Em 1917 vende a fazenda e vai morar em Caçapava, onde funda a revista “Paraíba”. Nos 12 números publicados, teve como colaboradores: Coelho Neto, Olavo Bilac, Cassiano Ricardo entre outras importantes figuras da literatura. Muda-se para São Paulo, onde colabora para a “Revista do Brasil”. Em seguida compra a revista e a transforma em editora. Publica em 1917, seu primeiro livro “Urupês”, que esgota sucessivas tiragens. Transforma a Revista em centro de cultura e a editora numa rede de distribuição com mais de mil representantes.

No dia 20 de dezembro de 1917, publica no jornal O Estado de São Paulo, um artigo intitulado “Paranoia ou Mistificação?”, onde critica a exposição de Anita Malfatti, pintora paulista recém chegada da Europa. Estava criada uma polêmica, que acabou se transformando em estopim do movimento modernista.

Monteiro Lobato, em sociedade com Octalles Marcondes Ferreira, funda a “Companhia Gráfico-Editora Monteiro Lobato”. Com o racionamento de energia, a editora vai à falência. Vendem tudo e fundam a “Companhia Editora Nacional”. Lobato muda-se para o Rio de Janeiro e começa a publicar livros para crianças. Em 1921 publica “Narizinho Arrebitado”, livro de leitura para as escolas. A obra fez grande sucesso, o que levou o autor a prolongar as aventuras de seu personagem em outros livros girando todos ao redor do “Sítio do Picapau Amarelo”. Em 1927 é nomeado, por Washington Luís, adido comercial nos Estados Unidos, onde permanece até 1931.

Como escritor literário, Lobato destacou-se no gênero “conto”. O universo retratado, em geral são os vilarejos decadentes e as populações do Vale do Parnaíba, quando da crise do plantio do café. Em seu livro “Urupês”, que foi sua estréia na literatura, Lobato criou a figura do “Jeca Tatu”, símbolo do caipira brasileiro. As histórias do “Sítio do Picapau Amarelo”, e seus habitantes, Emília, Dona Benta, Pedrinho, Tia Anastácia, Narizinho, Rabicó e tantos outros, misturam a realidade e a fantasia usando uma linguagem coloquial e acessível.

José Renato Monteiro Lobato morreu no dia 5 de julho de 1948, de problemas cardíacos.

Fonte da biografia: e-biografias

Fonte: http://prolivro.org.br

Centro Educacional Terra – Objetivo realiza Páscoa solidária

Categories: Tags:
17/04/2017

17966809_1611653208846910_968313021651453359_o

Páscoa é tempo de reflexão, de solidariedade, amor ao próximo, multiplicação ressurreição, renascimento. Pensando assim, os alunos do Objetivo Terra, doaram 01 kg de alimento não perecível e no ato da doação ganharam o seu chocolate de Páscoa dos coelhinhos da escola. Também aconteceu a culinária de ovinhos da Escola Fisk de Extrema, além da culinária com a rosca de Páscoa.

No dia 13 de abril, os alunos entregaram sua doação na escola e se confraternizaram durante o dia. Todos os alimentos arrecadados serão doados para Associação Comunitária Monte Azul, organização não governamental que atua prioritariamente pelo desenvolvimento integral do Ser Humano. Hoje, beneficia diretamente mais de cinco mil famílias através do trabalho de três núcleos estabelecidos na periferia da cidade de São Paulo, Brasil. Seus programas agregam colaboradores e voluntários, brasileiros e estrangeiros, num modelo de atuação multiplicador e disseminador para muito além dessas comunidades.

“… Cultivar as tradições com devoção e amor nos fortalece a alma e o espírito… Presenteamos nossas crianças com o sentimento de gratidão pela vida, com respeito pelo sagrado e assim, contribuímos para que no futuro tornem-se seres humanos plenos, relacionando-se verdadeiramente com o mundo e seus mistérios…” – Elaine Posso

17966110_1611658778846353_6633121336734665626_o

17759670_1611452742200290_7820995537379357787_n 17834043_1611646888847542_859675550783342484_o 17834143_1611655642180000_7336403538754498861_o 17834843_1611642182181346_8190934781871670409_o 17854797_1611647582180806_288182176479393186_o 17884515_1611025272243037_7191931212643116897_n 17903459_1611452802200284_3604519452651220675_n 17904068_1611022602243304_2180337846218419864_n 17951939_1611453105533587_8759348728201464157_n

Alunos do 3º ano do Ensino Fundamental I postam cartas no Correio

Categories: Tags:
28/03/2017

site-alunos-correio

As aulas do 3º ano do Ensino Fundamental I, do Centro Educacional Terra – Objetivo tem sido de muitas experiências, vivências e novos aprendizados.

Em Português os alunos estão explorando diferentes tipos de gêneros textuais e meios de comunicação escrita.

Em uma das aulas foi proposto um sorteio em sala de aula, onde cada aluno escolheu um amigo para escrever-lhe um carta sobre algum desejo para este ano, alguma brincadeira, viagem, convites para conhecer alguns lugares diferentes, etc.

Os alunos escreveram as suas cartas e no dia 03 de março, foram até o Correio para realizarem a postagem, e acompanharam ansiosamente até a entrega de sua correspondência em sua residência.

Além de observarem o trajeto da escola até o Correio, os alunos puderam notar que as ruas da cidade, ainda não são totalmente adaptadas para as pessoas cadeirantes. Como cita alguns alunos:

“O passeio foi legal, mas ruas e as calçadas não são adaptadas para a nossa amiga Bia”, disse Rebeka.

Já o aluno Paulo observou que as calçadas tem buracos, e em alguns trechos é necessário andar pela rua. “Temos que andar na rua em alguns lugares”.

Durante todo o desenvolvimento da atividade, além da exploração dos gêneros textuais e meios de comunicação escrita, os alunos também aprenderam um pouco sobre mobilidade urbana, percebendo que as ruas, calçadas e todo o trajeto entre a escola e o Correio ainda não atendem todas as necessidades da população. Assim como citou a aluna Rebeka, as outras crianças também perceberam a dificuldade encontrada pela aluna Beatriz, que é portadora de necessidades especiais e usa cadeiras de rodas.

De um modo geral, os objetivos da aula passeio foram atingidos e os alunos continuam desenvolvendo seu aprendizado através das experiências vivenciadas no dia-a-dia.